Publicado por José Geraldo Magalhães em Música e Arte, Oficial, Destaques Nacionais | 28/10/2013 às 10:45:48

Palavra orientativa do bispo Adonias Pereira do Lago sobre a Música e a Arte

Música e Arte
 
A Igreja Metodista Brasileira possui um Departamento Nacional de Música e Arte, cuja maior preocupação é assessorar as Igrejas locais no exercício de seus ministérios, de acordo com a visão e prática do servir e adorar a Deus por meio da música e arte. Para isto, disponibiliza, via site, na área nacional, um link com materiais de apoio e capacitação musical para os respectivos ministérios que atuam junto as nossas comunidades: www.metodista.org.br/musica-e-arte.
 
O Colégio Episcopal da Igreja percebe uma riqueza nessa área, porém entende que tudo pode ser aprimorado para a glória de Deus e a edificação da Igreja, com aplicação de diversas ferramentas na expansão missionária e no crescimento com qualidade de cada comunidade local. O Departamento Nacional busca auxiliar os ministérios locais por meio da motivação em busca da excelência nessa área, visando o cumprimento da missão de ser e fazer discípulos e discípulas de todas as nações.
 
É sempre bem-vinda, em nossas celebrações cúlticas, a presença de corais, grupos, bandas, duetos, trios, conjuntos, acompanhados de órgãos, pianos, bem como instrumentos de sopro, cordas, percussão etc. Tudo feito com harmonia, boas letras com fundamentação bíblico-teológicas dentro da tradição cristã e evangélica, e com muita dedicação aos ensaios, com compromisso e consagração daqueles que participam ativamente do ministério.
 
Além das ações citadas, ver nosso povo cantando em uníssono lindos cânticos, maravilhosos hinos, preferencialmente bem acompanhados instrumentalmente, é nossa satisfação e cremos ser maior ainda a de Deus, que recebe o louvor e a adoração do povo chamado metodista, por meio das músicas. Também, nos alegramos quando adoramos ao Senhor ou somos edificados por meio de coreografias, danças e peças teatrais ministradas ao Senhor com bom conteúdo, dedicação, amor, humildade, visando tão somente a glória de Deus e a edificação do Seu povo.
 
Motivamos a todos/as que são chamados para exercerem este ministério específico, especialmente em suas igrejas locais, para que busquem o constante aperfeiçoamento pessoal e ministerial, na perspectiva da santidade pessoal, conduta coerente com o evangelho, no templo e nos grupos pequenos, assim como fora desses espaços. Alertamos para que todos/as evitem simplesmente copiar ou seguir os modismos, mas, que busquem em Deus letras, melodias e ritmos que edificam a Igreja e despertam nosso povo para a verdadeira adoração, o serviço e a prática do discipulado como estilo de vida, como expressão de nossa obediência ao chamado missionário que Jesus Cristo faz a todos/as nós. Precisamos de bons ministros e ministras de músicas com forte paixão missionária e discipulado.
 
Como responsáveis pelo Pastoreio Nacional da Igreja, pela sua identidade, conexidade e unidade, passamos a vocês uma palavra de orientação em relação aos ministérios que promovem a música e artes em nossas comunidades metodistas. Quanto ao Hinário Metodista Brasileiro, orientamos:
 
Primeiramente, motivamos cada Igreja local a continuar usando, juntamente com cânticos mais contemporâneos, o atual Hinário Evangélico em nossos cultos no templo, bem como nos grupos pequenos. Ele oferece hinos de excelente teologia bíblica e conteúdo de grande valor espiritual para a vivência de nossa espiritualidade e missão. Ame e cante o nosso hinário evangélico com carinho!
 
Segundo, lembramos que forjar um novo hinário demanda tempo, recursos técnicos, análise teológica, linguística, métrica e recursos financeiros de grandes proporções que, neste momento, não temos condições para fazer tal investimento. Contudo, O projeto de um Novo Hinário, no tempo certo e em condições adequadas, voltará a ser colocado em pauta para dialogarmos sobre sua continuidade, bem como pontuar sua importância missionária na vida e missão de nossa Igreja. Foi elaborado um protótipo do hinário, apresentado ao 19º Concílio Geral. O material não será perdido, mas deve ser aproveitado em nossas Igrejas. Somos gratos a Deus pelos irmãos e irmãs que colaboraram neste projeto inicial.
 
Que o Deus Santo e Poderoso continue sendo adorado e glorificado por meio da música e arte na vida e missão de nossa Igreja. Esperamos que todo o povo metodista continue focado no centro de nossa existência como cristãos, crescendo na fé, comunhão e serviço, em especial sendo e fazendo novos discípulas e discípulos pelos caminhos da missão em terras brasileiras e até os confins da terra.
 
Bispo Adonias Pereira do Lago
Presidente do Colégio Episcopal da Igreja Metodista
 
 

Tags: sem tags no momento!