Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 28/09/2011

40 anos de Autonomia e 40 anos de Independência

Metodismo Brasileiro
1930 - 1970 - 2010
40 anos de Autonomia e 40 anos de Independência


No livro de Cânones da Igreja Metodista do Brasil como aprovado pelo II Concílio Geral, realizado na cidade de Porto Alegre, RS, em 1934, encontramos os seguintes registros:

 

Constituição da Igreja Metodista do Brasil

Disposição Preliminar
Art. 1º - Pela proclamação datada de 2 de setembro de 1930 é assinada pelos membros da Comissão Conjunta, composta de delegados da Igreja Metodista Episcopal do Sul, nos Estados Unidos da América, e pelos delegados das Conferências anuais Brasileira, Central Brasileira e Sul Brasileira, se constitui, no Brasil, uma Igreja autônoma, continuação do Metodismo, ramo histórico da Igreja Universal de Jesus Cristo, fundada na Inglaterra por João Wesley, em 1739.

Do Nome
Art. 2º - A Igreja assim constituída, toma o nome de Igreja Metodista do Brasil.

Do Conselho Central
Art. 22º - A Igreja Metodista do Brasil e a Igreja Metodista nos Estados Unidos da América mantêm, enquanto permanecer a legislação que, com este objetivo, se fez na Conferência Geral de 1930, em Dallas, Texas, Estados Unidos da América, como elo entre si, um CONSELHO CENTRAL , constituído de número igual de nacionais e missionários e representação igual para cada concílio regional da Igreja Metodista do Brasil, sendo os nacionais eleitos pelo Concílio Geral e os missionários nomeados pela Junta de Missões e Extensão da Igreja Metodista nos Estados Unidos da América.

§ 1º - Incumbe ao Conselho Central reunir-se anualmente, para sugerir planos para o trabalho e fazer recomendações à Igreja Metodista do Brasil e à Junta de Missões e Extensão da Igreja Metodista nos Estados Unidos da América, com referência a missionários e assuntos econômicos.

§ 2º - Enquanto perdurar a ligação orgânica entre a Igreja Metodista dos Estados Unidos da América e a Igreja Metodista do Brasil, e enquanto a Junta de Missões e Extensão da Igreja Metodista concorrer com missionários e auxílio financeiro para esta:

a) O Conselho Central tem direito a dois delgados á Conferência Geral da Igreja Metodista nos Estados Unidos da América, os quais gozam dos mesmos direitos e privilégios dos membros dessa Conferência, exceto o de voto.
b)  A Junta de Missões e extensão da Igreja Metodista da América do Norte tem o  direito a dois delegados ao Concilio Geral da Igreja Metodista do Brasil, os quais gozam dos mesmos direitos e privilégios dos membros desse Concílio, menos o de voto.
c)  O Colégio dos Bispos da Igreja Metodista nos Estados Unidos da América tem o direito de nomear um Bispo para a Igreja Metodista do Brasil, na qualidade de conselheiro fraternal, o qual, se estando presente é membro ex-ofício do Conselho Central.

Esta foi a estrutura do CONSELHO CENTRAL, o elo entre a Igreja Metodista da América do Norte e a Igreja Metodista do Brasil, até o Concilio Geral de 1970, quando o mesmo foi desfeito, nos seguintes termos:

 “O Conselho Central, que vem sendo o elo, desde a nossa autonomia, em 1930, foi o reflexo de nossa gratidão e compreensão à Igreja Mãe dos Estados Unidos, que no decorrer dos anos, reconheceu a nossa crescente maturidade, para reconhecer-nos como Igreja-Irmã e nesta relação, democratizar a sua atuação com a Igreja Metodista do Brasil.” (Atas e Documentos do X Concilio Geral da Igreja Metodista – 1970  pag. 43)

Ainda nas Atas e Documentos do X Concílio Geral da Igreja Metodista na pág. 44 destacamos o seguinte: “O Colégio dos Bispos resolve: Promulgar a reforma constitucional introduzida nos artigos da Constituição  da Igreja Metodista  do Brasil, que vigorarão assim:

Da Denominação
Art. 2 – A Igreja, assim constituída, denomina-se Igreja Metodista.
          
(Ao desfazer o elo, deixou de ser Igreja Metodista do Brasil para ser Igreja Metodista.)

Da Cooperação com outras Igrejas
Art. 22 – A Igreja Metodista mantém relações de cooperação com outras Igrejas, na forma estabelecida nos Cânones.

Ficou assim firmada, a 19 de Julho de 1970, a Independência da Igreja Metodista, no Brasil.

 

Rev. João Nelson Betts
Pastor Metodista entre 1950 e 1993


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães