Publicado por Sara de Paula em Destaques Nacionais - 30/10/2019

Carta aos irmãos e irmãs

BAIXE O DOCUMENTO EM PDF

Prezadas irmãs e irmãos metodistas,

Pastoras, Pastores, Leigas e Leigos

Graça e Paz!

 

“O efeito da justiça será a paz, repouso e segurança, para sempre” Isaías 32.17

 

O Colégio Episcopal, junto à Ordem Presbiteral e ao Ministério Pastoral Metodista, é responsável por preservar a doutrina e a unidade, com o propósito de manter um ambiente de paz e de comunhão no seio da Igreja.

As decisões de órgãos superiores da Igreja, responsáveis pela interpretação e a devida aplicação da disciplina eclesiástica e canônica, entre nós, expressa a nossa natureza conciliar, cuja soberania, em seu âmbito de atuação, marca nossa identidade e carisma institucional como uma denominação cristã estabelecida por este modelo conciliar, pela relação conexional entre as igrejas, distritos e regiões eclesiásticas e missionárias, bem como pela forma de governo episcopal representativo.

A Sétima Região é parte integrante da Igreja Metodista nacional. Estamos em atenção com relação à toda a situação que a envolve. Assim, face às circunstâncias que decorreram da decisão da CGCJ  que determinou o afastamento temporário do Revmo. Bispo Emanuel Adriano Siqueira, Presidente da 7ª RE, o Quinto Concílio da referida região foi conduzido pelos bispos Luiz Vergilio Batista da Rosa e Roberto Alves, dentro dos parâmetros canônicos estabelecidos. Reconhecemos a decisão da CGCJ e consequentes tensões atribuídas ao afastamento de um bispo.

Diante disto, convocamos o povo das igrejas locais que siga amando e apoiando a Igreja por meio de sua presença e oração. Convocamos a liderança pastoral a unir forças para animar o povo metodista e não interromper a missão da Igreja em especial nesta parte do Estado do Rio de Janeiro. Nestes tempos, buscamos evitar a fragmentação da Igreja e seguimos nossa liderança na inspiração de John Wesley, pois somos pela unidade.

Nossas orações pelas deliberações do Concílio Regional da Sétima Região, e por toda a liderança pastoral e leiga que conduzirá a Região.

No dizer do profeta Isaías, quando um(a) líder busca justiça, semeia paz, pois cada um/a “servirá de esconderijo contra o vento, de refúgio contra a tempestade, de torrentes de águas em lugares secos e de sombra de grande rocha em terra sedente”. (Isaias 32.2).

 

Saudações em Cristo.

Porto Alegre, 30 de outubro de 2019

 

Colégio Episcopal da Igreja Metodista

Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa – Presidente


Posts relacionados

Destaques Nacionais, Colégio Episcopal, por Sara de Paula

Diálogo em tempos de crise | Distanciamento social, crise, e valorização da vida

No episódio de hoje da série Diálogo em tempos de crise, você confere reflexões sobre a missão em tempos de distanciamento social, os desafios ad crise no Brasil e América Latina, e a importância da valorização da vida humana. Confira!

Geral, Mídia, Destaques Nacionais, Colégio Episcopal, por Sara de Paula

Nota do Colégio Episcopal: nomeação do diácono M Bracklay

Tem circulado nas mídias eletrônicas a notícia, publicada originalmente pelo jornal The Washington Post, sobre a nomeação do diácono M Bracklay, pela Bispa Sally Dyck , da Conferência Nordeste de Illinois, USA, da Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos da América. O fato em destaque é o de que Barclay se declara transgênero (Queer).

Destaques Nacionais, por José Geraldo Magalhães

Bispo Luiz Vergilio fala sobre a realidade das instituições de ensino da Igreja Metodista

O Metodismo continuará a exercer sua missão educacional no quer for possível economicamente; cuja origem passou pelas antigas escolas paroquiais, para o atendimento às crianças pobres, e para a promoção do Evangelho; fundadas no exemplo do que fez o Rev. John Wesley ao instituir a Escola de Kingswood, em 1748, e que continua funcionando até hoje.