Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 26/06/2012

Consulta internacional une metodismo no Brasil e Alemanha

Começou nesta terça-feira, 26, a consulta internacional entre a Igreja Metodista no Brasil e Alemanha. A bispa Rosemarie Wenner, da Conferência da Alemanha e atual presidente do Colégio Episcopal da Igreja Metodista Unida está em São Paulo-SP, acompanhada do Rev. Frank Aichele e da médica Ulrike Kirchner, ambos da Alemanha e membros da Junta Geral de Ministérios Globais.

O grupo se reúne na Sede Nacional da Igreja Metodista para trocar experiências e estreitar parcerias firmadas entre os dois países. “O intercâmbio é muito importante. Tudo isto é a luz de uma parceria de muito tempo. Queremos aprender mais com os metodistas brasileiros sobre evangelização e trabalho social”, disse a bispa Rosemarie ao jornal Expositor Cristão.

Nessa segunda-feira, 25, o grupo da Alemanha visitou dois projetos sociais da Igreja Metodista em São Paulo - Projeto ‘Semeador’ em São Caetano e o Projeto ‘Comunidade Povo de Rua’ na capital paulista. “Nas visitas eu notei o amor e a paixão com que essas pessoas trabalhavam. Verdadeiramente são locais que mudam e transformam vidas. As pessoas conhecem o amor de Jesus lá. Isto mostra que a Igreja Metodista não é só igreja em uma Catedral, em um edifício grande numa avenida movimentada. Mas sim uma igreja perto do povo”, declara a bispa da Alemanha.

Consulta – Durante a consulta internacional Brasil e Alemanha vão trocar experiências, avaliar o desenvolvimento de projetos em andamento e compartilhar propostas para novas parcerias. No primeiro encontro algumas informações foram compartilhadas. A Igreja Metodista da Alemanha tem 60 mil membros. São cerca de 500 congregações, muitas de pequeno porte. A estratégia é firmar parcerias - em especial com o Brasil, para fortalecer o trabalho.

De acordo com a bispa Rosemarie Wenner o metodismo na Alemanha trabalha atualmente com quatro focos: Evangelização, Ensino, Saúde e Trabalho com pessoas de baixa renda. “Entendemos que temos uma função profética junto à população alemã. O espaço entre rico e pobre está se tornando cada vez maior. Temos que colocar uma ponte neste buraco”, compartilhou a bispa. A Igreja Metodista também foi desafiada a participar deste projeto na Alemanha. A intenção é que nos próximos anos o Brasil envie missionários e pessoas de referência em projetos, como o Sombra e Água Fresca.

A consulta termina nesta quarta-feira, 27. O grupo da Alemanha permanece no Brasil até sábado visitando outros projetos no Rio de Janeiro-RJ e Recife-PE. Também participam da reunião: bispo João Carlos Lopes (representando a presidência do Colégio Episcopal), bispo José Carlos Peres, bispo Stanley da Silva Moraes, bispa Marisa de Freitas, rev. Paulo Roberto Garcia e a revda. Joana D'Arc Meireles.

 

Veja o Álbum de fotos na Fan Page do Facebook.


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães