Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 27/05/2013

Experiência do Coração Aquecido é relembrada em várias partes do país

Igrejas Metodistas celebraram o dia do Coração Aquecido em várias partes do país no sábado (25). A data relembra um dos momentos marcantes na vida do fundador do metodismo no século 18 - rev. John Wesley - quando teve a experiência de sentir o "coração estranhamente aquecido" ao ouvir uma pregação sobre o capítulo 5 de Romanos no dia 24 de maio de 1738.

As programações tiveram várias atividades, dentre elas, caravanas que saíram das igrejas para um local já definido pela região ou distrito. É o caso da Terceira Região Eclesiástica que reuniu cerca de três mil metodistas na Igreja Assembleia de Deus na Barra Funda-SP.

A Gestora Ministerial, pastora Patrícia Cristina S. Alves acredita na unidade. "Temos firmado a missão na tríade da santificação, avivamento e crescimento, e só atingiremos estes propósitos como igreja se estivermos dispostos a proclamarmos nossa unanimidade de fé como um ‘povo chamado metodista’, que adora e louva ao Senhor em todo tempo e lugar", declarou.

Para quem não participou da celebração, só lamentou, mas arrumou outra maneira de participar.  "Não pude estar de corpo presente, mas estava em oração por esse povo mais que abençoado", disse Marley Cristina Santos nas redes socias.

Na 4ª Região que abrange os estados de Minas Gerais e Espírito Santo também houve celebração. Como a região é grande, os distritos se organizaram para relembrar a data.

O Distrito Norte de Belo Horizonte-MG, por exemplo, reuniu 11 Igrejas totalizando 400 membros até o final da celebração no dia 25.

“Iniciamos a programação com 12 horas seguidas de muita oração, ministração da Palavra de Deus, comunhão e testemunhos. Fruto de um programa distrital de 21 dias de oração e jejum antes da celebração”, conta o Superintendente Distrital, pastor José Pontes Sobrinho.

O marco da celebração foi à consagração de 18 evangelistas. “Foi uma grande celebração missionária, um desafio que marcou a história do metodismo em Belo Horizonte”, finalizou o pastor Pontes.

O valor de um povo movido pela chama do Espírito foi à tônica da pregação do Coordenador Regional do Ministério de Discipulado, pastor Fernando Balthar. “Experimentamos o agir de Deus no meio do povo metodista”, disse o pastor.

No Distrito Sul Fluminense (RJ) são 120 anos de metodismo.  O bispo João Carlos Lopes ministrou na noite do dia 25 de maio e o cantor David Quilan levou os metodistas à adoração. O dia foi intenso. A partir das 8h de sábado (25), houve um mutirão de metodistas trabalhando para o Reino de Deus colocando em prática à ação social da Igreja.

Escovódramos e aplicação de flúor, mini palestras, doação de sangue, oficinas de teatro, música, histórias foram algumas das ações realizadas pelos metodistas na região Sul Fluminense. Os juvenis distribuíram abraços grátis para todas as pessoas que passavam no local.

Na região central do Rio, na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), houve uma homenagem especial para relembrar a data. O objetivo foi homenagear os cidadãos evangélicos membros de igrejas de herança Wesleyana. A solenidade reuniu no dia 22 representantes da Igreja Metodista no Brasil, Exército da Salvação, Igreja Metodista Livre, Igreja do Nazareno, Igreja Metodista Wesleyana e Igreja Metodista Ortodoxa.

 


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Em oração | 10.09.21

Com o objetivo de mobilizar pessoas a orarem semanalmente e diariamente pelos propósitos selecionados pela área nacional da Igreja Metodista, te convidamos a participar da campanha EM ORAÇÃO. O versículo que conduz a campanha lembra a importância da oração para fazer qualquer coisa: ...porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5b).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães