Publicado por José Geraldo Magalhães em Expositor Cristão, Mídia - 31/10/2014

Expositor Cristão de Novembro: Meios da Graça de Deus

Grupos afirmam que a Bíblia não aborda especificamente o batismo de crianças. Por isso, o tema ganhou diferentes interpretações teológicas e coleciona debates calorosos ao longo da história do cristianismo.

Para a Igreja Metodista o batismo infantil é legítimo. Deve ser incentivado nas igrejas e ser realizado com responsabilidade e comprometimento. “Que direito nós, os adultos, temos de impedir o acesso de uma criança ao batismo, quando Jesus a declara como membro natural do Reino de Deus?”, questiona a Carta Pastoral do Colégio Episcopal sobre os sacramentos.

O batismo marca o início da vida de comunhão da criança com Deus. “Significa que o Senhor está dando o primeiro passo em direção a ela para nutri-la e salvá-la”, complementa o documento publicado em 2001.

Da mesma forma, práticas litúrgicas cristãs divergem quando o assunto é Ceia do Senhor para crianças. Algumas denominações não autorizam. Nós, metodistas, recomendamos que elas participem preferencialmente com seus pais, ou responsáveis, depois de terem sido orientadas sobre o significado.

A participação das crianças aos sacramentos é apenas um exemplo. A lista de divergências é extensa. No entanto, a compreensão wesleyana da graça torna a prática dos sacramentos mais acolhedora, pedagógica e combate a cultura do mérito nas igrejas.

Em seu sermão intitulado Meios de Graça, John Wesley anuncia que não há no ser humano nada que o habilite a participar dos atos em questão. “Não há, outrossim, nenhum mérito; nada que intrinsecamente agrade a Deus; nada que faça merecer qualquer favor das suas mãos”.

Precisamos redescobrir o valor da graça e anunciar que o mérito é inteiramente de Cristo. Assim, não cabe a Igreja impor objeções e até mesmo proibir a participação aos meios da graça. Esta edição do Expositor Cristão quer ajudar você e sua comunidade local a pensar sobre este tema. Leia, reflita e amplie a discussão na Escola Dominical e nos grupos pequenos!

O livro de Efésios 2.8-9 anuncia a salvação como obra desta graça, não por meio da ação humana para que ninguém se glorie. Vivencie a graça de Deus de uma maneira nova por meio do Batismo e da Ceia do Senhor daqui em diante! Boa leitura!

Marcelo Ramiro
Editor

 
 

 

EDIÇÕES ANTERIORES

 

Leia online

 

Tags: expositor-cristao-2014


Posts relacionados

Expositor Cristão, por Sara de Paula

EC de maio: Família | Saiba como a pandemia afetou as famílias brasileiras

Não é a primeira vez que abordamos na matéria de capa o tema da família. Desta vez trouxemos uma abordagem diferente. Como manter os laços familiares em tempos de pandemia? Parte da pergunta já foi respondida na palavra episcopal desta edição, escrita pelo Bispo Adonias Pereira do Lago. 

Expositor Cristão, por Sara de Paula

Jornal EC de dezembro | Natal: temos motivo para celebrar?

É Natal. Tempo de celebrar uma das datas mais importantes de nosso calendário cristão. O nascimento do Messias. Mais de 175 mil pessoas em nosso país estarão ausentes na hora da Ceia de Natal. Foram vencidas pela Covid-19. Certamente, lágrimas vão cair por causa da ausência eterna. Ficam as boas lembranças daqueles/as que se foram.

Expositor Cristão, Destaques Nacionais, Discipulado, Expansão Missionária, Mídia, Colégio Episcopal, por José Geraldo Magalhães

Liderança Episcopal planeja avanço do metodismo no continente

Discipulado, plantação de igrejas e expansão missionária são prioridades.

Expositor Cristão, Mídia, por José Geraldo Magalhães

Expositor Cristão: Entrevista com o Diretor Geral das instituições educacionais metodistas

A realidade educacional brasileira tem imposto a todas as instituições educacionais confessionais um ambiente de grande competição, graças à radical mercantilização da educação. Neste contexto adverso, o projeto metodista de educação se mantém na visão missionária cristã, tendo como princípio a transformação de vidas. fonte: Marcelo Ramiro /