Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 05/08/2011

Igreja Metodista Central de Volta Redonda comemora seus 69 anos

Com o tema “Despertando os Dons, Fortalecendo os Ministérios”, a Igreja Metodista em Volta Redonda, RJ, celebrou seus 69 anos de missão com um culto de gratidão a Deus no último dia 14. O evento contou com a participação do Coordenador Regional de Ação social da 1ª Região, Rev. Edvandro Machado, e do Coral do Distrito.

O dia foi marcado na vida da comunidade que lembrou e reconheceu que, ao longo destes 69 anos, toda a força, ânimo e sustento vieram do Senhor, e declarou aceitar o desafio de Deus para prosseguir colocando seus dons a serviço do Seu Reino.

O professor da Faculdade de Teologia, Rev. Luiz Carlos Ramos, ministrou nos dias 23 a 25, sendo que, no dia 22 a Igreja afirmou ter recebido dons de Deus e através deles fazer com que a vontade do Pai seja conhecida por todos e todas. Após o culto, uma exposição de trabalhos realizados pelo Ministério de Solidariedade.

O professor Luiz Carlos falou também sobre como a liderança local deve trabalhar com dons e ministérios. Já à noite,  inspirados pelo tema “Dons e Ministérios em Celebração” , a participação do Grupo Grãos da Terra da Igreja de Vila Isabel, abrilhantou ainda mais o culto com suas músicas.

O Pastor Paulo Pereira, da Igreja local, pregou no domingo pela manhã. Houve a participação do grupo de louvor da Congregação de Vila Rica. E na Escola Dominical, numa classe única dirigida pelo Revdo. Luiz Carlos, o Tema foi “Pós-modernidade e Igreja Participativa: como envolver toda a Igreja na dinâmica de dons e ministérios?”

Muito interessante, pois baseado em I Coríntios 12, 13 e 14, ele falou que o dom é graça de Deus que recebemos, e o serviço (dons e ministérios), é o que devolvemos. Um ponto importante foi sobre os recursos tecnológicos que nos ajudam hoje em dia, mas afirmou que nada disso substitui o conteúdo. Ao falar dos dons, lembrou que o maior deles é o amor, pois ter fé é bom, ter esperança é bom, mas ter amor é melhor ainda. Pois, “pelo amor conhecido é o cristão”. Amor é compromisso, é respeito, é atitude, é obediência e não apenas sentimento.

Encerrando as comemorações com “Igreja Ministerial: uma Igreja que trabalha”, a participação do coral “Nosso Canto” abrilhantou ainda mais o culto. O Revdo. Luiz Carlos Ramos fechou com chave de ouro, meditando em Mateus 25,  o "Grande Julgamento", ele falou que o sábio é o que ouve e pratica os ensinamentos de Deus. Usou também o texto de Ezequiel 34 mostrando de uma forma muito bonita o governo de Jesus fazendo um comparativo com o governo dos homens e como seria bom se o governo dos homens se espelhasse no de Jesus.

O culto foi encerrado com esta oração comunitária, “Graças te damos, Senhor, porque tu nos convidas a sermos teus cooperadores. Concede-nos o teu Espírito para que possamos, na multiplicidade dos dons e ministérios, servir a Ti e ao nosso próximo com fé e simplicidade de coração. Que tua Igreja toda seja instrumento de renovação e sinal de esperança para o mundo. Dá-nos, ó Pai, a Tua Graça e confirma a obra de nossas mãos. Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém”.

Leila de Jesus Barbosa



Posts relacionados

Geral, por Comunicação

Aniversariante do Dia 16/10

  Bispo José Carlos Peres

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães