Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Maísa Moçambique

Amados/as amigos/as e intercessores:

Está fazendo 4 meses que cheguei em África.  Quando parei para contar os meses eu me surpreendi pelo pouco tempo, e por tanto que Deus já tem efetuado em minha vida. Pude visitar algumas de nossas igrejas aqui: A de Jogó, de Furvela, de Mandagela, Chicuque,  tendo tido a  oportunidade de ministrar algumas vezes a Palavra de Deus. Aqui é difícil ministrar, pois embora a língua oficial seja o português, se eu pregar sem um tradutor para a língua Xitsua, dependendo do lugar, 90% das pessoas não entenderão o que estarei falando.

Estou em Cambine, e Cambine é o nome da missão da Igreja Metodista onde moro. Aqui a vida ficou um pouco mais fácil depois da chegada da energia elétrica, o que acorreu em abril deste ano, mas ainda temos muita dificuldade com a água. Continuo tomando banho de "canequinha", mas graças a Deus que pelo menos tenho quem tire a água pra mim, não preciso carregar baldes na cabeça.

A vida aqui é muito simples. O povo é pobre, as pessoas têm que plantar para comer, pois do contrario, passam fome. Mas Deus nos deu uma terra fértil e mulheres trabalhadoras, e as famílias tido o que comer.

No inicio tive muita dificuldade para entender o "jeito de ser" do povo de Moçambique. Hoje não digo que já entendo, mas pelo menos tenho menos dificuldade de me comunicar (estou aprendendo a falar o português daqui), e de tratar de assuntos mais sérios como documentações e encaminhamentos nas autarquias governamentais.

Nesse semestre estou trabalhando com todas as turmas do seminário, do primeiro ao quarto ano. Dou Exegese do Novo Testamento, Introdução ao Novo Testamento, Psicologia, Educação Cristã, e como eletiva: Orientação ao TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), Informática e Leitura da Bíblia (muitos/as de nossos/as alunos/as têm dificuldade de ler a Bíblia em Português e entender o que estão lendo).
Em julho trabalhei como voluntária em nosso hospital (que não tem médico). Foi muito bom pois tive a oportunidade de conversar com as pessoas da comunidade (aquelas que falam português), ajudar as enfermeiras com as crianças nas consultas, e com as grávidas. Nesse período constatei um numero muito grande de adolescentes grávidas, e a partir daí começamos um projeto de orientação sexual no internato feminino da escola secundária (para adolescentes e jovens), junto com as enfermeiras. Fiquei surpreendida com as duvidas que existiam entre elas de "coisas" tão simples. Isso me permitiu criar uma "ponte" de diálogo com elas. E algumas já têm me procurado para se aconselhar. Isso é benção! Temos uma nova bispa em Moçambique, Bispa Joaquina, a primeira mulher a assumir o episcopado em mais de 100 anos de metodismo. Já tive oportunidade de saúdá-la em nome de nosso povo brasileiro e estamos crendo que ela vai ser benção para nossa Igreja.

Está começando a estação do calor. Acho que não deve ser mais forte que no Amazonas, mas já me avisaram que vou sofrer um pouquinho. Vamos ver!

Mas nem tudo tem sido bom, pois fiquei doente no final do mês de julho. Tive malaria, e algumas outras complicações, que me deixaram de cama por quase 10 dias. Fui a Maputo ( capital) fiz alguns exames, e pelos exames estou bem, mas sinto que a saúde ficou um pouco abalada.  Devagar espero me restabelecer.

E nesses últimos dias tivemos algumas "infelicidades" (é como os moçambicanos falam quando há morte na família). Meu irmão mais velho teve um ataque cardíaco aí no Brasil e já não está entre nós (dia 29/08) e também a esposa de uns de nossos alunos também faleceu aqui, no dia seguinte ao falecimento de meu irmão. Fazer o que? Tem coisas que infelizmente tornou-se "coisas da vida". Peço orações por minha casa e também pelo nosso aluno Ernesto João.

No mais, somos felizes, pois as misericórdias do Senhor se renovaram sobre nós nessa manhã, e a Sua graça tem sido visível aos meus olhos. Continuem orando, pois sei que assim o fazendo, o propósito de Deus se cumprirá cabalmente em minha vida nessa terra abençoada por Deus.

Em Cristo,

Maisa


Posts relacionados

Geral, por Comunicação

93 anos de Autonomia da Igreja Metodista do Brasil

  Setembro: mês de comemoração dos 93 anos de autonomia da Igreja Metodista do Brasil. Confira um pouco da história da IM desde a conquista de sua autonomia em 1930.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

SAF

Geral, por José Geraldo Magalhães