Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 19/04/2012

Missão Metodista Tremembé: Educação e formação para índios do Ceará

Desde 1997 a Igreja Metodista atua junto ao povo Tremembé, no município de Itarema, no Ceará. A responsável pelas atividades é a missionária metodista Marly Schiavini de Castro. Ela explica que na aldeia a Igreja reforça a educação e atua na formação de professores.

A Igreja Metodista também realiza ações junto ao poder público - apoiando os indígenas e prestando assessoria na gestão dos projetos de geração de renda e segurança alimentar do Ministério do Meio Ambiente, como pesca, agricultura, produção de ovos e artesanato.

“Temos a confiança dos Tremembé e de outras populações indígenas.  Eles se sentem seguros, pois sabem que nosso objetivo é desenvolver ações solidárias, não se tenta forçar uma adesão. Nossa compreensão é de que caminhando junto é que se dá a conhecer a visão cristã. Gosto do pensar no texto de Emaús. Jesus não disse aos discípulos quem era: ele caminhou lado a lado e se deu a conhecer na partilha do pão”, explica Marly.

Comunidade - O grupo é formado de cerca de 4 mil indígenas. Eles estão próximos à cidade e perderam sua língua original após o longo tempo de contato com a população branca. Na comunidade não existe um local de culto metodista. Esta não é a intenção do trabalho. De acordo com a missionária Marly, este posicionamento da Igreja Metodista reforça o respeito e a confiança dos indígenas.

Duas escolas na aldeia Tremembé foram construídas com apoio direto da Igreja Metodista. “Muitos jovens recuperaram a cultura, a tradição e começaram uma nova vida. Nós temos 36 professores se formando em Magistério Superior Indígena por causa do trabalho que começou com uma missionária metodista – Karla Virnígia Cavalcante”, aponta a missionária.

Marly trabalha com os Tremembé desde 2003. “Eu sempre tive poucos bens materiais na minha vida. Mas, quando cheguei na área Tremembé descobri que mesmo aquele pouco que eu tinha ainda era muito dispensável. Eu não precisava de tudo aquilo. Para ser feliz e forte, basta estar em paz, consigo mesma, com as pessoas e, consequentemente, com Deus”, conclui.

O trabalho metodista na aldeia Tremembé era mantido pela Igreja Metodista na Alemanha. Este ano, a Sede Nacional assumiu as despesas. Cada vez mais o projeto necessita das orações e do investimento dos metodistas.

Veja o álbum de fotos no Facebook dos trabalhos da Igreja Metodista com os índios.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

EC de setembro | Igreja no lixão!

São mais de cem voluntários e voluntárias que deixam suas denominações e vão, em nome de Jesus, fazer missão. São membros de várias igrejas, entre elas, a Metodista, a Segunda Igreja Batista e Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Um verdadeiro testemunho cristão que mereceu a capa desta edição.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães