Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/12/2010

Novos reitores da Fateo são empossados

Foram empossados no dia 10 de dezembro, no salão nobre da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), os reverendos Dr. Paulo Roberto Garcia, como reitor e como vice o Ms. Nicanor Lopes, para a Faculdade de Teologia de São Paulo (Fateo).

O Prof. Rui de Souza Josgrilberg, que esteve à frente da Fateo durante os últimos 22 anos, encerra o período, mas continuará exercendo atividade docente na instituição. Em nome da Igreja Metodista, o bispo João Carlos Lopes agradeceu ao professor Rui pelos anos dedicados à Reitoria. "Louvamos a Deus pelo ministério aprovado", afirmou.

Como parte da celebração, foi realizado também o culto de envio, uma cerimônia tradicional e marcante onde a FaTeo reapresenta às igrejas os alunos (as)  formados (as), enviando-os (as) para o exercício de seu ministério.

Durante o evento, o bispo João Carlos Lopes, ainda ministrou sobre o texto que está em I Timóteo, capítulo 1, versículos de 3 a 6. “Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina [3]... Nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora [4]... Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida [5]... Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas [6]”.

O trabalho para o qual Paulo nomeou Timóteo envolveu sérias dificuldades, por isso, ele achou necessário escrever uma carta. “Timóteo era uma pessoa com muitos dons, mas como todo ser humanos, ele tinha tendência para se desmotivar de vez em quando. O propósito da carta de Paulo a Timóteo era orientá-lo e encorajá-lo de como a Igreja deveria ser cuidada”, explicou o bispo João Carlos.

Outra dificuldade que Timóteo parecia enfrentar era o medo. Segundo João Carlos, o versículo 3 demonstra isso, pois o jovem rapaz parece ter pensado em deixar Éfeso. Mas Paulo em sua carta foi bem claro. Ele disse para Timóteo não sair de lá até que o trabalho estivesse completo. “Alguns trabalhos parecem ser muito difíceis e muitas vezes queremos fugir, mas é necessário continuar”, explicou o bispo.

Segundo Lopes, a maioria das funções e nomeações que parecem desejáveis hoje, no passado foram funções difíceis. “Assumir, amar e trabalhar até que aquele trabalho e local se tornassem o que é hoje. Esse é o desafio dos líderes do povo de Deus. Os pastores e pastoras precisam se tornar entusiastas pelo trabalho”, afirmou.

Na carta, Paulo ainda ensinou Timóteo como combater os falsos mestres, como ordenar o culto da igreja e como lidar prudentemente com as diferentes classes na igreja. “Um líder que é líder deve manter-se na fé a fim de fortalecer, orientar os cristãos e fazer discípulos”, explicou Lopes.

Outro ponto que Paulo fala a Timóteo é sobre a clareza de visão. “Temos que ter convicção de que estamos no lugar certo. Mantenha a clareza da visão, assim vocês manterão a Igreja no caminho correto”, finalizou o bispo.

Sobre os reitores

Dr. Paulo Roberto Garcia - Reitor
Pastor Metodista, Teólogo. Graduado em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Metodista (1983). Mestre (1995) e Doutor (2001) em Ciências da Religião. Concentra suas pesquisas e atuação docente em Bíblia/Novo Testamento, principalmente nos seguintes temas: Jesus Histórico, Judaísmo Antigo, Contexto Social do Mundo Mediterrâneo, Antropologia Cultural. É docente dos cursos de Teologia (Graduação Presencial), Teológico Pastoral e Especialização em Bíblia – Tradição.


Ms. Nicanor Lopes
Pastor Metodista, Teólogo. Mestre em Ciências da Religião. pela Universidade Metodista de São Paulo (2003). Graduado em Teologia pela Faculdade de Teologia da Igreja Metodista (1981). Especialização em Capelania Hospitalar pela Universidade de Campinas (2000). É Doutorando em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo.

Concentra suas pesquisas e atuação docente em Teologia Pastoral, principalmente nos seguintes temas: Teologia Prática, Logoterapia, Estruturas Eclesiásticas, Missão e Evangelização, Terceiro Setor, Responsabilidade Social da Igreja e Capelania Hospitalar. É docente dos cursos de Teologia (Graduação Presencial), Teologia (EAD), Teológico Pastoral, Programa de Integralização de Créditos em Teologia e Especialização em Pastoral no Contexto Urbano.

Por Diana Gilli

Fotos: CENA 5


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães