Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

pregação bispo roberto na posse

Bispo Roberto Alves de Souza 06.01.2007

I- Introdução:

Em primeiro lugar, gostaria de destacar a palavra DESAFIO e ao mesmo tempo fazer uma breve reflexão da mesma. DESAFIAR significa chamar a desafio, provocar, afrontar, estimular, despertar, entrar em desafio[do italiano disfidare].

Neste sentido quero desafiar, provocar, estimular, despertar todo METODISTA a pensar, refletir comigo sobre OS DESAFIOS DE DEUS PARA OS METODISTAS HOJE.

Quando olhamos para a nossa história, observamos que o movimento do povo chamado metodista foi repleto de DESAFIOS. Desafio de reformar uma igreja cujos líderes da grande cúpula estavam envolvidos em práticas de injustiça, corrupção e exploração. Desafio de reformar a nação inglesa que vivia o caos de uma sociedade que enfrentava as conseqüências da Revolução Industrial como: acumulo de bens e má distribuição de rendas, a passagem do capitalismo comercial para o capitalismo industrial que gerou vários problemas na época.

Como podemos observar, historicamente falando, o Metodismo sempre viveu de desafios. Seria diferente no Brasil de hoje? _ Que DESAFIOS Deus tem para os Metodistas hoje?

II- Desenvolvimento:

Dentre vários desafios que poderíamos enumerar, gostaria de destacar apenas quatro:

1. Desafio da Vocação:

"não foram chamados muitos sábios..., nem muitos poderosos, nem nobre de nascimento;"[I Coríntios 1:26b]

Mas o texto afirma: "Deus escolheu as coisas loucas do mundo; escolheu as coisas fracas do mundo, escolheu as coisas humildes, aquelas que não são;

- Creio que estes detalhes da vocação nos desafiam como METODISTAS hoje. A loucura, a fraqueza, a humildade, o não ser.

- Quem é o louco? _Aquele que perdeu o uso da razão, demente, temerário, insensato, apaixonado.

- Quantas vezes os Metodistas foram chamados de loucos por acreditarem na justiça de Deus, na libertação dos escravos, na libertação dos vícios, na educação para os pobres, na restauração da dignidade e moralidade. E hoje, ainda somos loucos?

- Quem é o fraco? _ É aquele que está sem forças, debilitado, frágil.

- Será que John Wesley não se sentiu assim quando iniciou seu ministério pastoral, sendo proibido de pregar nos púlpitos da Igreja Anglicana?

- "Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte."[II Coríntios 12:10b]

- Nossa fraqueza nos ensina a sermos totalmente dependentes de Deus.

- Quem é o humilde? _É simples, modesto, submisso.

- Foi assim que o movimento Metodista começou na Inglaterra. Um movimento simples de pessoas simples, modesto de pessoas modestas, submisso de pessoas submissas.

- "Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus."[Mateus 5:3];

- Por último, "aqueles que não são": "Então, eram eles em pequeno número, pouquíssimos e forasteiros nela;"[Salmo 105:12].

- Assim era Israel perante os olhos humanos. Quantos tentaram e tentam dizimar Israel, mas não conseguem, pois estão debaixo de um promessa de Deus: "Farei de ti uma grande nação".

- Temos parte desta promessa de Deus, pois somos parte do Novo Israel de Deus. Cremos ser o METODISMO um movimento que alcança os pobres, humildes e marginalizados; esses são maioria, então seremos maioria.

- Mas, "como ouvirão, se não há quem pregue?"[Romanos 10:14c]

2. Desafio da Pregação:

- A pregação das "boas novas" sempre foi um desafio para John Wesley e os metodistas da sua época.

- Quantas perseguições, lutas e impedimentos. John Wesley foi proibido de pregar o evangelho nos púlpitos anglicanos, mas declarou: "O mundo é a minha paróquia".

- Exemplo: O surgimento do Metodismo em Anta há 108 anos atrás. Através de um pregador metodista que quase sofreu um apedrejamento surgiu o metodismo na pequena Vila de Anta. Um fazendeiro não deixou apedrejar o pregador metodista, pois estava falando apenas coisas boas, mensagens de Deus. Era o fazendeiro muito temido e respeitado no local, então todos recuaram. O fazendeiro levou o pregador para pousar em sua fazenda e quando o jantar foi servido a mesa o pregador metodista solicitou ao fazendeiro se poderia fazer uma oração de gratidão. O fazendeiro prontamente atendeu ao pedido e converteu seu coração a Jesus, pois já havia recebido vários padres em sua mesa e nenhum nunca se lembrou de agradecer a Deus pela dádiva do pão.

- Através daquele pregador metodista, indiretamente, eu estou aqui hoje. Olha o quanto à pregação é importante.

- John Wesley disse que achava preferível a separação da Igreja Anglicana com o movimento metodista do que renunciar quatro pontos básicos do programa metodista: pregadores leigos, pregação ao ar livre, pregação de improviso e organização de sociedades[A Visão Wesleyana de Discipulado Hoje].

- Se quisermos o crescimento do Metodismo no Brasil, somos desafiados a pregar o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo em terras brasileiras, em terras mineiras, em terras capixabas, Aleluia!!!

3.Desafio de Liderança:

- Rick Warren diz que: "Tudo se edifica ou se derruba segundo é a liderança".

- Ele declara que "nada acontece sem que alguém proporcione liderança".

- É necessário liderança para gerar expectativas e atingir o absurdo para muitos.

- O Bispo Paulo Lockmann declara em relação ao seu objetivo de alcançar 1.000.000[um milhão] de metodistas no Estado do Rio de Janeiro o seguinte: "um irmão me perguntou há algum tempo: Bispo, o senhor não tem medo de cair no ridículo, e não conseguir alcançar essa meta? _Eu não respondi, mas pensei: _o meu maior temor é do ridículo, do fracasso, de desistir do que considero ordem e plano de Deus. Assim, prefiro o ridículo de não alcançar ao ridículo de desistir."

- Rick ainda declara: Liderança é influência. Essa influência pode ser para o bem ou para o mal, positiva ou negativa, mas uma coisa é certa, estará sempre influenciando, de uma maneira ou de outra.

- O mundo precisa de lideres que não se vendam, que tenham palavras, que ponha a honra acima do dinheiro, que sejam honestos nas pequenas coisas como nas grandes, que sacrifiquem seus interesses pessoais pela comunidade. De lideres que sigam a Cristo sem duvidar e sem desfalecer.

- Esse deve ser o retrato da liderança metodista: pastores e pastoras, leigos e leigas.

- Mas, para isto, surge outro desafio, o do CARÁTER.

4. Desafio de Caráter:

- Rick Warren ainda afirma: "o fundamento da liderança é o caráter e não o carisma".

- Esta afirmação é profunda e verdadeira, pois quantas vezes verificamos lideranças com grandes carismas, mas sem nenhum caráter.

- Liderança não se forma apenas com academicismos, mas é questão de caráter.

- John Wesley descreve o caráter de um metodista dentro das seguintes afirmações e reflexões:

a.... tem o amor de Deus derramado em seu coração pelo Espírito Santo que lhe foi dado [Romanos 5:5];

b.... ama ao Senhor seu Deus com todo o coração e alma, com toda a mente e as suas forças [Marcos 12:30];

c.... confia integralmente no Senhor e recebe todas as coisas com alegria no coração; seja dificuldade, alegria, enfermidade, seja saúde, vida, seja morte, ele sempre dá graças ao bom Deus, desde o mais profundo do seu coração, sabendo que assim como toda boa dádiva vem do alto, apenas aquilo que é bom poderá vir do Pai das Luzes [Tiago 1:17]. E em virtude dessa confiança, ele não vive ansioso e intranqüilo, porque lança sobre Deus toda sua ansiedade e descansa Nele.

d.... ora sem cessar, o que não significa estar sempre na igreja, e sim não perder nenhuma ocasião de lá estar. Não significa viver de joelhos ou com o rosto dirigido ao Senhor, mas com o coração sempre, em todo o tempo e lugar, voltado a Deus. Esteja só ou acompanhado, descansando, ocupado ou conversando, deitado ou em pé, Deus esta sempre presente em seus pensamentos.

e.... ama o próximo como a si mesmo. Seu coração está cheio de amor pela humanidade, pelos inimigos e pelos os que o perseguem.

f.... purifica-se de todo sentimento de vingança, inveja, malícia, raiva, ira ou de toda e qualquer inclinação maldosa.

g.... tem como propósito fundamental fazer a vontade de Deus. Sua única intenção, em todo momento e em todas as coisa, não é fazer a própria vontade, mas agradar e fazer a vontade daquele que lhe salvou.

h.... ama ao Senhor e guarda os seus mandamentos, não alguns deles ou a maioria, mas todos, do menor ao maior. Procura evitar tudo o que Deus proíbe, realiza tudo o que Deus ordena, seja fácil seja difícil, alegre e doloroso.

i.... coloca-se a serviço de Deus, pronto a obedecê-lo em todas as circunstâncias. Apresenta continuamente seu corpo e sua alma em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, completamente e sem reservas, entregando tudo o que possui para a glória do Pai.

j.... faz o bem a todos, de todos os modos possíveis. Alimenta o faminto, cobre o desnudo, visita os doentes e presos. Além dessas obras de misericórdia, trabalha também em favor de suas almas, despertando os que dormem, animando os cansados e estimulando a todos para que sejam sempre abundantes na obra do Senhor.

III- Conclusão:

- Esses são alguns dos muitos desafios para os metodistas hoje.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães