Publicado por José Geraldo Magalhães em Discipulado, Destaques Nacionais - 12/09/2014

Renovação da Igreja: Jerusalém até os confins da terra é tema do segundo dia do Encontro Nacional de Discipulado

Quase 700 metodistas reunidos em Curitiba com um único propósito: aprender um pouco mais sobre discipulado. No segundo dia do Encontro Nacional de Discipulado e Missão da Igreja Metodista o preletor da manhã foi do coordenador internacional do Global Kingdom Partnerships Network (GKPN), pastor Elias Dantas que abordou sobre a importância da renovação da Igreja e dos desafios na atualidade. “Quando os confins da terra são alcançados está na hora de voltar a Jerusalém porque o evangelho é dinâmico”, disse.
 
De acordo com o pastor, um dos grandes desafios é o tribalismo. “É a melhor maneira de evangelizar alguém porque a pessoa quer aprender outra língua para entender o que os outros estão falando”, afirmou citando a importância de criar os grupos homogêneos que falem a mesma língua, por exemplo, advogados, professores entre outros.
 
Outro desafio mencionado por Dantas foi o ciclo da vida com o ciclo da vida congregacional. Na explicação do ciclo congregacional a Igreja passa por quatro etapas: visão, inclusão, programas e administração. 
 
“O ‘volante’ nas igrejas mais maduras são: relacionamentos, programas, visão e administração. A pergunta é: quem está no volante de sua Igreja?”, indagou o pastor. A grande pergunta é saber o como fazer. Ao aparecer um modelo novo, as pessoas “pulam nele”. Segundo o preletor a pergunta mais importante é saber o por quê que irá definir “o quê fazer”. Quando essa mecânica é bem articulada, a igreja caminha na graça de Deus porque entende o DNA cristão”.
 
A pergunta “por quê missões?” também foi indaga pelo preletor que apontou alguns caminhos teológicos em Gn 3.9 (Deus que busca); At 1.8 e 9.31 (Jope) a implicância no sacerdócio de todos os crentes I Pd 2.9 -2.5 (pedras vivas) e concluiu dizendo que a única maneira de manter o foco correto. “Sem auto promoção ou auto flagelamento”. 
 
Representação - o encontro está com uma representatividade de todas as Regiões Eclesiásticas e Missionárias. São 667 pessoas que vieram de Norte a Sul do país em busca de capacitação.
 
1ª Região - 100
2ª Região 70
3ª Região 72
4ª Região 62
5ª Região 76
6ª Região 202
Remne 9
Rema 70
Total de participantes 667 pessoas
 
 
AGENDA DO DIA 12 
11h30 - Workshops
Bispo Adonias Pereira do Lago - Discipulado como estilo de vida.
Pra. Rosangela Donato - Repensando o discipulado depois de dez anos.
Bispo João Carlos Lopes - Parcerias e levantamento de recursos.
Pr. César Sitta - Crescimento e plantação de igrejas.
Pr. Danilo Figueira - Novas formas de evangelismo
Pr. Ubiratan Silva - Como desenvolver líderes para grupos de discipulado.
13h - Almoço
15h - Workshops
Pr. Ewander Macedo - Discipulado como estilo de vida.
Pr. Elias Dantas - Como desenvolver líderes para grupos de discipulado.
Pr. José Odilon Vergara - Como cuidar do fruto.
Pra. Carla Alves - Repensando o discipulado depois de dez anos.
Pr. Carlito Paes - Parcerias e levantamento de recursos.
Pr. Paulo de Tarso Pontes - Crescimento e plantação de igrejas.
Pr. Jonas Barreto - Novas formas de evangelismo.
16h30 - Intervalo
19h30 - Culto - Canal da Música - R. Júlio Perneta, 695, Mercês.
Palavra de Acolhida: Bispo João Carlos Lopes
Dirigente: Pr. Luis Carlos Lima Araújo
Louvor: Nelson Junker Jr.
Pregador: Pr. Daniel Ho

Posts relacionados

Destaques Nacionais, por Redação Metodista

Plano Nacional Missionário 2023

O Plano Nacional Missionário (PNM) orienta a ação da Igreja Metodista no território nacional. Ele contém as bases bíblicas, ênfases doutrinárias e prioridades da ação missionária em cada área de vida e trabalho da Igreja, apontadas pelo Plano para a Vida e a Missão da Igreja (PVMI).   Adquira em pré-venda o seu exemplar do Plano Nacional Missionário 2023 no site da Angular Editora. 

Destaques Nacionais, por Sara de Paula

A mobilização da Igreja Metodista diante da pandemia de Coronavírus

Diante da pandemia de Coronavírus no mundo, anunciada oficialmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 11 de março, a Igreja Metodista se mobilizou através de diversas frentes de trabalho para informar, orientar e auxiliar as Igrejas Locais e membros nos desafios apresentados, especialmente pela situação de distânciamento social. 

Geral, Mídia, Destaques Nacionais, Colégio Episcopal, por Sara de Paula

Nota do Colégio Episcopal: nomeação do diácono M Bracklay

Tem circulado nas mídias eletrônicas a notícia, publicada originalmente pelo jornal The Washington Post, sobre a nomeação do diácono M Bracklay, pela Bispa Sally Dyck , da Conferência Nordeste de Illinois, USA, da Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos da América. O fato em destaque é o de que Barclay se declara transgênero (Queer).

Escola Dominical, Liturgia, Estudos Bíblicos, Destaques Nacionais, por Sara de Paula

Materiais para celebração da Paixão e Páscoa

Acesse e baixe liturgias e estudos de apoio.