Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 03/03/2011

Seminaristas metodistas são designados para a missão

O toque do sino e a imagem da cena da Transfiguração de Jesus projetada na parede da capela anunciavam o prelúdio do culto de envio dos seminaristas na manhã desta quarta feira, 02, na Faculdade de Teologia da Igreja Metodista (Fateo) em São Bernardo do Campo.

O coral de 31 vozes regido por Jonas Paulo ao som do teclado da musicista, Liséte Espíndola, completaram a harmonia e expectativa dos 96 acadêmicos/as que aguardavam a hora do envio após a reflexão de Adriel de Souza Maia, bispo presidente da terceira região eclesiástica. De acordo com o bispo “são 150 pessoas envolvidas da Fateo nos projetos da 3ª região”.

O bispo Adriel de Souza Maia (3RE) trouxe uma reflexão baseada  no evangelho de Mateus 17.1-9, onde Pedro sugere que se façam três tendas no monte, e disse que “o texto em tela trata da revelação da glória de Deus, mas com uma projeção para o futuro, a parusia de Cristo, o julgamento final. Naquele ambiente, a transfiguração retrata a história da salvação, agora, com um marco da presença de Jesus”.  Maia disse ainda que “a transfiguração aponta para o julgamento final, a prestação de contas e, esse episódio em tela é uma mensagem de vigor, estímulo e esperança do projeto de Deus”.

A santidade foi tônica na fala do bispo antes da Ceia e credenciamento dos/as acadêmicos/as. Para ele, “a igreja precisa  dar coerência na santidade do monte. Às vezes subimos e não descemos com a graça de Deus. Muitos ficam somente no vale e outros somente no monte. É preciso uma coerência entre o monte e o vale; de uma mensagem totalizadora da horizontalidade e verticalidade, da subida e da descida, pois a presença de Jesus na terra representa a descida do trono da Graça de Deus. O Verbo se fez carne para chegar a essa terra. Na descida a multidão estava aflita, como ovelhas sem pastor. No comissionamento de vida e missão é preciso da santidade da descida para chegar no contexto da sociedade”.

Finalizou a fala ao dizer “que a mensagem da transfiguração seja cheia de ânimo para realizar a obra do filho de Deus e, mesmo com tantos desafios, a mensagem da transfiguração nos coloca a servir a Deus com alegria e singeleza de coração”. O póslúdio foi anunciado ao toque de três badaladas ao sino e, em seguida, com um clima de nomeações conciliares, a pergunta dos/as seminaristas aos demais colegas de classe: “foi para qual Igreja?”.

Pr. José Magalhães
Foto: Luciana Santana

Clique aqui e veja a lista completa das designações dos acadêmicos de Teologia da Fateo


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães