Publicado por Sara de Paula em Liturgia, Escola Dominical | 10/09/2021 às 11:07:17

Dia da Escola Dominical 2021 | Liturgia

Imagem: Dee Ccopper | Unsplash

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR EM PDF

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A SUGESTÃO PARA CELEBRAÇÃO COM AS CRIANÇAS E PRÉ-ADOLESCENTES

[Esta liturgia se inspirou no texto “história do lápis”(veja Anexo 1). A história pode ser encenada e cada lição apresentada se conectará a um momento do culto. Sugerimos para o culto presencial uma ornamentação que leve em conta o tema do culto e, se possível, providencie lápis para que cada participante ganhe um como lembrança desse tempo festivo].  

 

Prelúdio

Acolhida: celebrar a escola dominical é afirmar a importância da sabedoria e do conhecimento na nossa vida com Deus. Neste tempo de festa vamos trazer a história do lápis e pensar como ela nos inspira na nossa relação com Deus, com a Palavra e com as pessoas. O lápis é um instrumento associado ao aprendizado. Para cumprir a sua função de escrever, ele precisa ser conduzido pela mão de alguém que sabe o que deseja registrar. Neste momento, somos convidadas e convidados a nos imaginarmos como lápis nas mãos do nosso Deus, fonte de toda sabedoria e conhecimento. É Ele quem nos guia e nos conduz no bom caminho, a fim de deixarmos marcas do seu amor e sua graça por onde passamos. Neste culto convidamos você a adorar a Jesus, o Mestre e aprender as lições que nos inspirarão a uma vida plena de fé e sabedoria.

 

Tempo de adorar ao Deus que nos guia a escrever a sua vontade em nossas vidas.

- Chamado à adoração: A primeira lição da história do lápis é que ele necessita de uma mão que o segure firme e o conduza enquanto escreve. Deus é quem nos conduz! Adoremos ao nosso Deus, fonte de toda sabedoria e conhecimento, que nos conhece, nos ama e nos guia pelo caminho que devemos andar.

- Leitura Bíblica responsiva: Salmo 139.1-5; Isaias 41.13; 48.17

Dirigente: Senhor, Tu me sondas e me conheces. Sabes quando me sento e quando me levanto; de longe conheces os meus pensamentos. Observas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos. A palavra ainda nem chegou à minha língua, e Tu, Senhor, já a conheces toda. Tu me cercas por todos os lados e pões a Tua mão sobre mim.

Comunidade: Porque eu, o Senhor Seu Deus, o tomo pela mão direita e lhe digo: “Não tenha medo, pois eu o ajudarei.” Assim diz o Senhor, o seu Redentor, o Santo de Israel: “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é útil e o guia pelo caminho em que você deve andar.”

Cântico: sugestões:

- Direção divina (Hino nº 350 do Hinário Evangélico (Disponível aqui).
- Em todo tempo e lugar (CD Pelas mãos de uma criança, faixa nº 9 -DNTC. (Disponível aqui).
- Sonda-me Senhor (Disponível em aqui).

- Oração de adoração

Tempo de confessar nossas falhas e confiar naquele que nos afia em sua Palavra

- Chamado à confissão: Outra lição da história do lápis é que ele não se afia sozinho, precisa do apontador para se manter afiado para desenvolver sua função da melhor maneira possível. Quanto mais afiado, melhor será a escrita. O tempo de confissão pode ser comparado a esse afiar do lápis, algo que não é confortável, pois nos confronta com o nosso pecado, com tudo aquilo que nos impede de viver plenamente a nossa vocação em Deus. No entanto, a exortação e o perdão de Deus são fundamentais para nós. Nos entreguemos de coração ao agir de Deus em nós, ouçamos a sua Palavra.

- Leitura Bíblica Salmo 25.18 e 119.58

“De todo coração, imploro a Tua graça; compadece-te de mim, segundo a Tua palavra. Considera as minhas aflições e o meu sofrimento e perdoa todos os meus pecados.”

[convite à reflexão silenciosa]

- Oração de confissão

- Palavra de esperança

Outro ensinamento que a história do lápis nos traz é que aquilo que ele escreve de errado, pode ser apagado. Nossa vida com Deus nos mostra a importância das correções para nos manter no caminho da justiça. No amor de Deus encontramos forças para recomeçar, para apagar o pegado. Com fé, esperança e gratidão, ouçamos a palavra de esperança:

- Palavra de esperança: Leitura Bíblica: Salmo 119.67,71,75

“Antes de ser afligido, eu andava errado, mas agora guardo a Tua palavra. Foi bom que eu tivesse passado pela aflição para que aprendesse os Teus decretos. Bem sei que os Teus juízos são justos e que com fidelidade me afligiste.”

Tempo de louvar a Deus por nos capacitar a (re)escrever nossas histórias

- Dirigente: Lápis grandes, pequenos, coloridos, grossos, finos. Há uma diversidade de lápis. No entanto, o que realmente importa para que a leitura seja legível não é a forma do lápis, mas a qualidade do grafite que há no seu interior. Essa é mais uma lição da história do lápis. Neste tempo de louvor, a comunidade é convidada a agradecer a Deus, que mesmo nos criando diferentes uns dos outros, umas das outras, nos faz um só povo em Jesus. Quando Jesus está dentro de nós, nosso testemunho de vida é uma benção para o mundo.

- Leitura Bíblica e expressões de louvor “Meu coração transborda de belas palavras.” Salmo 45.1a.

[convide a comunidade a expressão sua gratidão a Deus em frases de louvor]

- Oração de gratidão (sugestão de vídeo: Querido Deus (CD Crescer, faixa nº 29 – Clipe disponível aqui)

-Tempo de agradecer a Deus pela Escola Dominical

Sugestões:

- Antecipadamente, convide 2 ou 3 pessoas de sua comunidade para compartilharem um testemunho sobre a importância da Escola Dominical. Lembre-se de chamar uma criança, um juvenil ou jovem.  
- Convite um grupo de crianças para apresentar uma história bíblica (ver sugestões no Programa pra quem gosta de história: Pra quem gosta de história ou cantar a música: Domingo é um dia especial (CD Missão Aventura possível, faixa nº 6 - disponível aqui)
- Passe o vídeo da música Escola Dominical Presente na Vida (Disponível aqui) e convide as pessoas a participarem e convidarem mais pessoas para a Escola Dominical. Termine com um momento de oração e gratidão por toda equipe da Escola Dominical.

Cânticos: sugestões:

- HE 288 Mais de Cristo (Disponível aqui).
- Tu sondas (Disponível aqui).
- Em espírito e em Verdade (Disponível aqui).
- Quadrilha Rag Time (CD Pelas Mãos de uma criança. Clip Disponível aqui)

Tempo de louvar a Deus por nos capacitar a (re)escrever nossas histórias

- Sugestões de textos bíblicos para a edificação: Hebreus 8.10,11 e Hebreus 10.16

(É em nosso coração que Deus quer escrever Suas leis. Ele mesmo quer nos ensinar a fim de que O conheçamos. Sejamos dispostos(as) de mente e coração para receber seus ensinamentos. Deixemos que Deus escreva em nós seus preceitos, para que sejamos como uma carta que leva a mensagem do amor de Deus ao mundo)

Tempo de se dedicar a marcar a vida com amor ao anunciar as boas notícias da Graça

Dirigente:

Um lápis sempre deixa uma marca, e nós que marcas temos deixado? Nossos gestos podem marcar de forma significativa a vida das pessoas, sejamos, portanto, conscientes da importância do nosso testemunho. Como um lápis se deixa conduzir pelas mãos de quem escreve, deixemos o Senhor nos conduzir, e que possamos ser instrumentos nas mãos de Deus para que mais pessoas aprendam os seus ensinamentos.

(sugestão de dinâmica: solicitar as pessoas que escrevam numa folha de papel 3 palavras que representem ensinamentos que desejam que as pessoas aprendam com elas. Leia o texto de 1 Tessalonicenses 1.6-7 e motive-as a serem exemplos que marcam de forma significativa a vida de outras pessoas.)

Dirigente: Deus nos convida a escrever a história da sua Igreja aqui na terra, testemunhando seu amor e sua graça, ajudando as pessoas que precisam, sendo sal da terra e luz do mundo. Digamos sim ao chamado do nosso Deus. 

Cântico: - Igreja (Disponível aqui)

-Oração final

-Benção

 

Liturgia elaborada pelo Departamento Nacional de Escola Dominical

Anexo 1 História do Lápis

A História do Lápis O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: - Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: - Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. - Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida! - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação.

 

Autor desconhecido
(Disponível em aqui)


Clique aqui para baixar a sugestão para celebração com as crianças e pré-adolescentes


Tags: sem tags no momento!