Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 10/07/2012

Adquira a versão impressa do Cânones 2012-2016

Versão impressa do Cânones está disponível para compra. O documento norteador da organização da Igreja Metodista está mais didático, garantem os integrantes das Comissões de Legislação e de Redação que trabalharam na edição 2012-2016.

A principal mudança é a separação dos temas em livros. Questões como legislação, doutrinas, normas e rituais estão segmentadas e, posteriormente, serão publicadas também a parte.

“O manejo e a identificação dos assuntos do Cânones terão mais rapidez e precisão. A produção em um único livro e a possibilidade de fazê-lo em fascículos propiciará, principalmente ao membro leigo, tê-lo sempre em mãos conforme sua necessidade. Neste sentido, a aprendizagem do Cânones será intensificada o que será excelente para o exercício da vocação ministerial”, comenta a Revda. Renilda Martins Garcia, membro da Comissão de Redação.

Trabalho - Cerca de 40 alterações na legislação foram necessárias em função das propostas aprovadas no 19º Concílio Geral da Igreja Metodista. O documento abriga a Constituição, doutrinas, costumes, credo social, normas do ritual, Plano para Vida e Missão, Diretrizes para Educação, Plano Diretor Missionário e as Leis da Igreja. Além do novo modelo de organização do Cânones, outras mudanças foram feitas.

O presidente da Comissão de Legislação, Gustavo Jaques Dias Alvim, conta que várias reuniões foram feitas até o resultado final. “Houve uma interação grande entre os membros das comissões. Isto contribuiu para que tudo fosse bem encaminhado e concluído dentro do prazo”, comemora.

A presidente da Comissão de Redação, Revda. Amélia Tavares, conta que outros detalhes foram trabalhados no Cânones. Foi feita uma revisão minuciosa e uma alteração com base nas novas regras da reforma ortográfica, além de uma adequação na linguagem inclusiva. Textos da legislação com vocabulário de difícil interpretação também ganharam nova redação.

“Sempre nos perguntávamos: será que o pessoal vai entender? Foi uma experiência muito interessante trabalhar na linguagem para deixar o documento mais claro para a igreja local. Procuramos melhorar e foi um trabalho muito importante”, compartilha a pastora Amélia.

História - Até 1930 o metodismo era reconhecido pela igreja mãe dos Estados Unidos como campo de missão. Neste período os assuntos administrativos, missionários e pastorais eram regidos pelo documento conhecido como Disciplina. Foi a partir de 1930, quando a igreja alcançou a autonomia, que foi elaborada a constituição. O primeiro Cânones foi publicado e reconhecido pela igreja em 1934. A partir de então em cada Concílio Geral, há uma nova harmonização da legislação canônica.

O bispo honorário Geoval Jacinto da Silva, ressalta que a Igreja Metodista tem dois documentos. O primeiro é a constituição e o segundo, o Cânones, que é o documento que rege a maneira de ser da igreja no seu dia-a-dia e, por isto, sofre alterações depois dos Concílios Gerais.

“Ao longo da história modificações importantes foram feitas no Cânones. Por exemplo, no Concílio Geral de 1982, foi incorporado com letra canônica o Plano para Vida e Missão da Igreja e em 1987 houve uma transformação em sua estrutura para uma igreja de dons e ministérios. É um documento extremamente importante”, argumenta o bispo Geoval.

Adquira AQUI seu exemplar!

Foto: Rev. José Geraldo Magalhães

 


Posts relacionados

Geral, Administração, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães