Publicado por Marcelo Ramiro em Destaques Nacionais - 01/07/2015

Expositor Cristão: Instituição Metodista é referência em educação especial

Aprendizado e lazer caminham de mãos dadas na Escola Metodista O Semeador, em São Caetano do Sul/SP. A instituição atende 110 estudantes com deficiências intelectuais, múltiplas deficiências e autismo, a partir dos três anos de idade. O projeto tornou-se uma referência na região, por oferecer educação especial e auxiliar no processo de adaptação ao sistema convencional de ensino.

 
“Muitas crianças e adolescentes vão à escola regular em um período e no outro vêm para cá, onde realizamos os atendimentos específicos. Damos todo o suporte necessário”, conta a diretora Célia Regina Monteiro. A Escola possui 12 professores e professoras especializados/as em educação para autistas e uma equipe multidisciplinar composta por 33 profissionais.
 
 
A estrutura da instituição cativou Rosana Massarelli. Após muitos problemas de adaptação da filha Fernanda, 17 anos, em escolas regulares, ela procurou ajuda e os resultados foram surpreendentes. “Minha filha não andava, nem falava. Hoje, é completamente diferente”, comemora a mãe. “Após quatro anos na Escola, Fernanda até conseguiu um emprego e trabalha como auxiliar de apoio à arte.”
 
Assim como a maior parte dos/as estudantes da instituição, Fernanda tem autismo. Diversas atividades são desenvolvidas para promover a socialização e aprendizagem de alunos/as com déficits na comunicação e interação social. Os/As estudantes participam de aulas de artes, educação ambiental, recreação, expressão corporal, teatro, dança, música e têm à disposição laboratórios de informática, brinquedoteca e jogoteca. Alguns equipamentos de alta tecnologia permitem experiências educacionais interativas e divertidas. “Eles/as adoram”, conta a professora Ana Paula Meneguini. “É gratificante poder ensinar e perceber o quanto a vida deles/as tem melhorado.”
 
O psicólogo da Escola, Leonardo Zanelli Pereti, explica que todas as atividades são desenvolvidas para ajudar na inserção dos/as alunos/as na sociedade: “Isso é muito importante, pois durante muito tempo o padrão foi tirar essas crianças e adolescentes do convívio social em função das dificuldades. Nós queremos o contrário! Trabalhamos para que a escola seja uma garantia de inclusão”.
 
Muitos/as estudantes aprenderam a ler, escrever e trabalhar com números, apresentando mudanças consistentes de comportamento e temperamento. “Nossa equipe prioriza a formação de vínculos, a afetividade e a delicadeza nas relações interpessoais - ferramentas de trabalho fundamentais para a conquista desses resultados”, ressalta a diretora Célia.
 
IGREJA
A instituição é administrada pela Associação Metodista de Ação Social (Amas) da Igreja Metodista de São Caetano do Sul. “Somos muito felizes com esse projeto bem-sucedido. É muito importante que a igreja desperte e se comprometa cada vez mais com questões sociais”, afirma o pastor Wagner dos Santos Ribeiro.
 
A presidente da Amas, Camila Paiva Garcia dos Santos, reforça o caráter confessional que a instituição mantém: “Todos os dias, são feitas devocionais com os/as estudantes para passar valores da Palavra de Deus. Queremos transmitir essa mensagem para eles/as e seus/suas familiares”.
 
HISTÓRIA
A Escola Metodista O Semeador nasceu em 1974, de um compromisso de fé da Igreja Metodista em São Caetano do Sul. Na época, Odete Filliettaz enfrentava dificuldades no cuidado de seus filhos Waldyr e Pierre, que, aos 18 e 15 anos de idade, já não eram assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae, que então só atendia pacientes de até 15 anos). Pierre, naquele momento, passava por um sério problema dentário e não havia quem o tratasse.
 
Por meio da Amas, os/as metodistas de São Caetano começaram a oferecer atendimento odontológico para outras crianças e adolescentes com deficiência. O trabalho cresceu e chamou a atenção da prefeitura da cidade, que doou um terreno em regime de comodato para a construção do prédio. Em 1987, a Escola Metodista O Semeador foi inaugurada no novo local, onde permanece até hoje. 
 

Texto: Pr. Marcelo Ramiro - Editor EC
Fotos: Fábio Mendes

 



DOWNLOAD GRÁTIS (PDF)
 

EDIÇÕES ANTERIORES

 

Leia On-line! Para uma leitura ainda melhor no tablet e smartphone baixe o App AndroidiOS.
 

Tags: o semeador, ação social, Expositor Cristão


Posts relacionados

Destaques Nacionais, por José Geraldo Magalhães

Veja a Declaração para a Criação da 7ª Região Eclesiástica

“Aprova-se a criação de uma nova região eclesiástica a partir da subdivisão da atual 1ª Região, 2) estabelece-se o período de 2 anos para o processo de transição, 3) que a cada três meses a atual Coream da 1ª Região envie relatório à Cogeam prestando contas do processo de instalação e 4) que até final de 2015 seja completa a instalação da 7ª Região.” 

Colégio Episcopal, Destaques Nacionais, Educação, por José Geraldo Magalhães

Mudanças no Conselho Superior de Administração, o Consad

No próximo sábado (30), o presidente do Colégio Episcopal da Igreja Metodista, bispo Adonias Pereira do Lago, realizará a consagração e posse dos novos presidente e vice do Conselho Superior de Administração e Conselho Diretor das Instituições Metodistas de Educação (Consad).

Expositor Cristão, Destaques Nacionais, Mídia, Geral, por José Geraldo Magalhães

Expositor Cristão terá 30 mil exemplares em junho

Jornal também vai ganhar novo visual e melhor distribuição pelo Brasil