Publicado por José Geraldo Magalhães em Coordenação de Educação Cristã, Educação, Destaques Nacionais - 23/09/2013

A Escola Dominical e as Crianças

escola e criancas

Coordenador Nacional de Educação Cristã traz reflexão sobre a Escola Dominical e as Crianças. "Todas elas precisam de cuidados e amor. Mas, há crianças que precisam mais. Essas, exigem mais trabalho, mais esforço, mais investimento, mais paciência e cuidado", diz parte do artigo. Para celebrar o Dia da Escola Dominical em sua comunidade, o Departamento Nacional disponibilizou um material de apoio. VEJA AQUI!

A Escola Dominical e as Crianças

No terceiro domingo de setembro, celebramos o dia da Escola Dominical, principal agência de Educação Cristã da Igreja Metodista, segundo o Plano Nacional Missionário 2012-2016. Apesar desta importância reconhecida ao longo dos anos e reafirmada no PNM, a Escola Dominical tem sido esquecida e deixada de lado em várias de nossas comunidades. É oportuno, então, especialmente neste mês, refletir sobre a sua importância, mas, muito mais do que isso, buscar espaços e oportunidades para sua renovação. Olhar para as origens da Escola Dominical nos ajuda nesse sentido.

Falar de Escola Dominical e de Educação Cristã na Igreja Metodista é falar de coisas que, desde o início, foram consideradas prioritárias para o desenvolvimento da salvação e da vida cristã. Criada sob influência do movimento metodista na Inglaterra do século XVIII, a Escola Dominical é fruto da compreensão de que a educação está na base da vida cristã. Ela foi uma importante iniciativa missionária e social voltada para crianças e adolescentes que estavam nas ruas, sem acesso ao ensino formal.

Wesley compreendia a salvação como um processo que dura a vida inteira e entendia que a santificação é fundamental nesse caminho. No desenvolvimento da vida santa, a educação ocupa lugar de destaque: ela é um meio de graça, uma providência divina que ajuda a pessoa a acolher a graça em sua vida. É uma forma de desenvolver a razão e o conhecimento e, assim, crescer em santificação. A educação é, então, uma ação divina na vida humana, obra da graça de Deus que possibilita o seu desenvolvimento. Por isso, empreendeu e estimulou ações para alfabetização de crianças e adultos.

As origens da Escola Dominical, a meu ver, apontam para as possibilidades de sua renovação: ação missionária em favor de crianças e adolescentes, particularmente, as que estão em situação de vulnerabilidade e risco. Repetimos sempre que as crianças são prioridade na Igreja Metodista. É preciso, então, empreender ações que evidenciam esse cuidado.

Há um risco que cerca a Igreja em nossos dias: usar padrões empresariais para medir a sua relevância. Quando isso acontece, o trabalho com crianças é minimizado. Crianças não aparecem nas estatísticas, especialmente, as que não são das famílias da Igreja.  Crianças que não aparecem nas estatísticas de crescimento (não se transformam em número), nem geram recursos financeiros, não são uma prioridade missionária. Mas, segundo os padrões do Reino de Deus, sempre serão!

Há um duplo benefício no trabalho missionário com crianças: elas serão abençoadas com a Palavra do Evangelho e com a solidariedade e compaixão da Igreja e a Igreja será beneficiada com a renovação espiritual que trarão consigo. A Igreja precisa delas tanto quanto ou mais do que elas da Igreja (cf. Marcos 10.15).

Todas as crianças, incluindo as das famílias da Igreja, precisam de cuidados e de amor. Mas, há crianças que precisam mais. Essas, exigem mais trabalho, mais esforço, mais investimento, mais paciência, mais cuidado. É preciso pensar em ações que alcancem essas crianças e penso que a Escola Dominical, missionária e aberta como foi nas suas origens, pode ser excelente espaço para que isso aconteça. Tenho testemunhado em alguns lugares isso acontecer: Escolas Dominicais que estavam fragilizadas abrirem-se para crianças do bairro e se renovarem.

Aprendemos com o nosso Deus que, onde há maior necessidade, mais devem aparecer os sinais da sua Graça. Onde são mais fortes os efeitos do pecado e da maldade, maior deve ser o amor (cf.Romanos 5.20). As crianças em situação de risco devem ser alvo prioritário da missão da Igreja, especialmente da Escola Dominical. A compreensão do que é o amor de Deus nos leva, inevitavelmente, a essa conclusão.

EBER ARTIGO

 

 









Rev. Eber Borges da Costa
Coordenação Nacional de Educação Cristã
 

Leia também: Escola Dominical: lugar de Educação Cristã, Evangelização e Discipulado na página 12 do Expositor Cristão de setembro.

capa expositor site SET

 


Posts relacionados

Departamento Nacional de Trabalho com Crianças, Destaques Nacionais, Educação, por Julyana Rodrigues

Vigília Nacional pela Criança - 2015

Mais uma vez nos encontramos em Vigília Nacional pela Criança, dia de reflexão, partilha e oração. Neste encontro de oração, somos desafiados a ter o mesmo olhar de Jesus para as crianças: descobri-las no meio da multidão, acolhê-las e abençoá-las com nosso amor e serviço.

Destaques Nacionais, por José Geraldo Magalhães

Bispo Honorário da Igreja Metodista está internado no Hospital São Paulo

O bispo honorário da Igreja Metodista, Nelson Campos Leite, está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Paulo. De acordo com informações da filha Viviane Campos Leite Loyola, o bispo passou mal durante o culto no último domingo (10). "Ele não infartou. Ele passou mal durante o culto e foi para o hospital onde permanece na UTI para realização de exames", disse a filha. 

Educação, por José Geraldo Magalhães

Curso de medicina poderá ser oferecido em universidades metodistas

Duas universidades metodistas firmaram parceria com o Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês e podem oferecer o mais novo curso na área da saúde. Desta vez, o curso de Medicina, sendo aprovado, será mais uma das opções da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Saiba mais!

Cogeam, Destaques Nacionais, Administração, por José Geraldo Magalhães

Cogeam realiza a segunda reunião administrativa do ano

Liderança metodista reunida em São Paulo aborda assuntos relacionados a Rede Metodista de Educação